Construção de metrô destrói área arqueológica

Construção de uma linha de metrô em Guangzhou provocou indignação por ter destruído cinco tumbas arqueológicas no distrito de Luogang. As tumbas variam entre 2200 a mais de 3000 anos de idade, de acordo com o SCMP. Os trabalhadores da Guangzhou Metro Corporation destruíram “acidentalmente” o local histórico na noite de sexta-feira passada. A área, perto da serra de Da Gong, tinha sido marcada com sinais de alerta e linhas vermelhas por arqueólogos que trabalharam no local. “A área que eles desenterraram foi selado por linhas vermelhas. Eles ainda moveram especificamente nossas ferramentas arqueológicas para um lado antes de explodir tudo”, disse Miao Hui, um técnico de arqueologia responsável pelo local destruído, à SCMP. No entanto, a Guangzhou Metro Corporation disse que recebeu permissão do Instituto Arqueológico da cidade para o projeto no mês passado e que esta destruição foi o resultado de uma falha de comunicação. Os arqueólogos se queixam de que 10 tumbas no total foram destruídas pela expansão do metro até o momento. Zhang Qianglu, um funcionário do Instituto Arqueológico de Guangzhou, disse que as tumbas que foram destruídas  datam da Era Pré-Qin (o Período da Primavera e Outono e o Período dos Reinos Combatentes, 770-221 A.C) .”Os túmulos antigos, que cobrem uma área de mais de 20.000 metros quadrados, tornaram-se importantes fontes para o estudo da vida e da cultura de Guangzhou em dinastias antigas”, argumenta Zhang.

Metro guangzhou

metro guangzhou 3

metro guangzhou 5

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s