O Barato Saiu Caro

Dois funcionários públicos de Liaoning foram demitidos depois de tentar restaurar vários afrescos da Dinastia Qing em um templo local. O resultado foi de deixar a senhora que destruiu o Ecce Homo  na Espanha, com inveja. Eles conseguiram com diferença superar o desastre causado por ela. Os dois funcionários alegam que “O projeto foi então realizada por uma empresa local que não estava qualificada”, e ainda que “A restauração  necessitava cerca de 4 milhões de yuanes RMB ( cerca de 1 milhão e meio de reais), mas o escritório de gerenciamento do templo não tem muito dinheiro . Então o abade ajudou a levantar fundos para restaurar o templo”. Esse foi o resultado da econômica “restauração”.

afresco 1

afresco 2

afresco 3

Esse foi o resultado obtido no Ecce Homo.ecce homo's

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s